5 de março de…

0
Share

1838   Ato do governo do Estado aprova as divisas entre os municípios de Taubaté e Pindamonhangaba estabelecidas por comissão nomea-da a 27 de janeiro e de que participa o Comen-dador Antônio de Godoy Moreira e Costa. (Athayde Marcondes – Pinda – pág. 43).

 

1876   Morre, em Taubaté, o Revd.mo P.e Francisco Marcondes do Amaral e Sá, com 74 anos, filho de Manoel Marcondes do Amaral e D. Maria Correa de Toledo. Ocupou vários cargos de confiança política e popular. Foi delegado de polícia, juiz municipal suplente, juiz de fato, eleitor de paróquia, juiz de paz, pelo partido liberal. Era parente do P.e Francisco Marcon-des do Amaral Rodova-lho, então vigário de Caçapava e do Dr. José Gabriel Marcondes Rodovalho. (A Imprensa de Taubaté de 12).

 

1878   Nasce, em Pindamonhangaba, o Dr. Cornélio Lessa Júnior, filho do ten. c.el Cornélio B. Varella Lessa e D. Maria José de Barros Lessa. Estudou no Colégio S. Luís de Itu, formou-se pela Faculdade de Direito de São Paulo em 1901, sendo nomeado promotor pú-blico de Bariri onde também foi advogado. Foi Delegado de Polícia, de carreira, de Jundiaí, removido para Mogi Mirim. Demitiu-se e voltou à terra natal. Em 1911 foi advogado da Cama-ra e em 1912 escriturário do Haras Paulista até 1915 quando foi nomeado delegado de São José do Barreiro. Em 1916 foi removido para a comarca de Mogi das Cruzes e em 1917 para Taubaté e daqui para Jacareí. (Athayde Marcondes – Pinda – pág. 109).

 

1883   Morre, em Paris, o taubateano Dr. Francisco Alves Monteiro Neto, filho do Sr. José Francisco Monteiro, Visconde de Tremembé e de D. Virgínia de Toledo Mello, irmã do Côn. Benjamim de Toledo Mello. Tio de Monteiro Lobato, de cuja mãe era irmão por parte de pai. Nasceu em Taubaté a 21 de julho de 1860. Em março de 1877 matriculou-se na Faculdade de Direito de São Paulo, onde se formou em novembro de 1881. Veio para Taubaté onde advogou, salientando-se em defesa que fez na 1.ª sessão do júri de 1882 em que ficou assinalada sua reputação de orador. Em março de 1882 foi nomeado pelo governo imperial adido à legação em Paris, onde morreu. Havia sido removido para a legação de Washington e tencionava atravessar a Ásia e o Pacífico para vir à Califórnia e daí à capital da América. Foi acometido de febre (tifo) em Roma e voltou para Paris donde pretendia embarcar para o Brasil no vapor que trouxe a notícia de sua morte. Em junho de 1883 foi sepultado na capelinha da família Monteiro no Convento que o Visconde, seu pai, mandara construir especialmente para sepultar esse filho. A construção da capela foi dirigida pelo artista Miguel d’Alamo, sócio da firma Alamo & Goes, desta cidade, de que faz parte também o artista B. Goes que em outubro vindouro vai se encarregar do acabamento externo de nossa Matriz, em reforma. (Gazeta de Taubaté)

 

1884   É criado na estação de Cruzeiro o distrito da sub-delegacia elevado a distrito de paz por decreto n.º 143 de 31 de março de 1891.

 

1889   Nasce, em Taubaté, o Dr. Adolpho Carlos Leonardo (Dr. Adolfinho) médico, filho do Sr. Carlos Adolpho Leonardo, proprietário da Farmácia Alemã, depois chamada Farmácia Leonardo. (Diário de Taubaté).

 

1890   Morre, em Taubaté, o Sr. Francisco Gomes da Luz Sobrinho. (Jornal do Povo).

 

1890   Abrem-se as aulas do Colégio Americano de Taubaté, sob a direção de Miss Jennie W. Kennedy  e cuja instalação foi patrocinada pelo Dr. Prudente de Morais e pelo Dr. Joaquim Lopes Chaves. Acha-se provisoriamente estabelecido à Rua da Piedade (Dr. Emílio Winther, n.º 24, chalé do Sr. Carvalho). O Curso no estilo americano se compõe de: Instrução primária: leitura, caligrafia, aritmética, lições de cousas, princípios de português, inglês e francês – geografia elementar e noções de desenho. Instrução secundária: Português, francês, inglês, aritmética álgebra elementar, geografia, história pátria, história universal e desenho. O Curso Superior funcionará mais tarde. Preços: Externato Semestre – Instrução Primária 30$. Secundária 60$; Internato: pensão: 200$000, música e piano 60$; pintura 120$; lavagem de roupa 25$; jóia de entrada 30$; meio pensionista a combinar. Aceita meninos até 10 anos. Diretora do Internato: Miss Lula Ross. (Jornal do Povo).

 

1891   Noticia-se, em Taubaté, a decisão do governo de recolher todas as moedas de cobre e substituir por nova cunhagem de metal diferente. (Jornal do Povo).

 

1891   O Dr. Virgílio de Siqueira Cardoso, ex-juiz de direito da Comarca de Taubaté, é nomeado desembargador da Relação de Cuiabá, em Mato Grosso. (Jornal do Povo).

 

1891   Nomeado para a cadeira do Bairro de São Benedito em Mogi das Cruzes, segue para São Paulo o Prof. Arthur Glória. (Jornal do Povo).

 

1891   O ilustre taubateano Dr. João Francisco Malta Júnior é indicado ao eleitorado paulista como candidato ao congresso estadual nas próximas eleições (1.º congresso republicano). (Jornal do Povo).

 

1891   A imprensa taubateana pede providências das autoridades policiais locais para o fato crimino-so de alguns comerciantes estarem aceitando o dinheiro papel tão só com o abatimento de 10% o que vem acontecendo inclusive com notas de 1$000. (Jornal do Povo).

 

1898   Ao inspetor geral do ensino público o Sr. Orestes de Oliveira Guimarães, diretor do nosso Grupo Escolar, propõe a nomeação do Sr. Bernardino Augusto Pereira Querido para o cargo de adjunto auxiliar do mesmo estabe-lecimento que ficava no Largo da Matriz, onde está o Banco Comercial. (Diário).

 

1898   O Sr. Antônio Quirino de Souza e Castro põe à venda ou em arrendamento a chácara onde funciona o Colégio São João Evangelista com a área de 11 alqueires. (Diário).

 

1905   O Club Recreativo Musical inaugura o seu pavilhão, estandarte, que lhe foi oferecido pelo vice-presidente Sr. Estelita Ortiz. Pela madrugada, quando é hasteado, toca a banda Philarmônica Taubateense que faz em seguida passeata pelas ruas da cidade, realiza retreta à tarde e baile à noite. (Jornal de Taubaté).

 

1910   Com destino a São Luís do Paraitinga, onde vai restaurar a ordem pública alterada, passa por Taubaté uma força de 20 praças do 2.º batalhão comandada por um alferes. (O Norte).

 

1914   Realizam-se em Guaratinguetá as solenidades de inauguração da linha de bondes elétricos ligando essa cidade à Basílica de Aparecida. É a quinta cidade do Estado desse melhora-mento devido em grande parte aos esforços da Companhia Luz e Força. (O Norte).

 

1914   Decreto promove na Força Pública do Estado, a tenente por merecimento o Alferes Genésio de Castro Silva que por algum tempo comandou o destacamento desta cidade e a alferes o 1.º sargento Bendito Pires dos Santos, natural de Taubaté. (O Norte).

 

1949   A Escola Remington à rua Dr. Emílio Winther, 293, diploma mais uma turma de datilógrafos paraninfados pelo Sr. Eurico Pereira Penna, pioneiro da difusão da datilografia na região. Falam o Sr. Evandro Campos pela direção da Escola e o aluno Geraldo Liase Vilela. (Taubaté Jornal).

 

 

Related Posts
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *